• indice

  • siga-nos twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Regras da Vaquejada

As regras das vaquejadas variam de região pra região e algumas vezes de cidade pra cidade.

Numa pista de 160 metros de comprimento com variações sem sua largura, demarca-se uma faixa aonde os bois deverão ser derrubados. Dentro deste limite será válido o ponto, somente quando o boi, ao cair, não queimar o cal (material usado para demarcar as faixas), isso acontece quando o boi é puxado dentro da faixa e mostra as quatro patas antes de levantar-se ainda dentro das faixas de classificação. O boi que ficar de pé, em cima da faixa receberá nota zero de imediato.

O boi será julgado de pé. Deitado, somente caso não tenha condições de levantar-se.

Participam desta competição sempre uma dupla de vaqueiros que terá direito a ter inscrito o vaqueiro puxador em uma, duas e em alguns casos até três senhas, e o esteira, que é permitido participar de várias senhas.

A pista, a corrida e contagem de pontos também precisam estar de acordo com o regulamento.

A Corrida

Boi saído é boi corrido, expressão muito comum entre os locutores de vaquejada. Traduzindo diz que, a partir daquele momento, uma vez solto, o boi tem todas as condições de ser convertido em pontos, exceto se durante o percurso ele virar sua cabeça em direção ao ponto de partida (brete) ou acontecer um acidente com o cavalo.

Se antes de ser solto o vaqueiro achar que o boi não tem cauda suficiente para ser puxado, deve solicitar que o mesmo seja solto e separado da boiada. O puxador, após a saída do boi, aguarda a passagem de sua calda pelo esteira, que vai seguindo o puxador, ajustando o boi na posição correta para alinhar a corrida e conferir a queda no meio das faixas, fazendo valer o boi.

A Pista

Apesar dos tamanhos variados, o que se pode chamar de padrão é uma pista com superfície de areia, tendo um brete e uma porteira para saída do gado. O comprimento médio é de 160m, dos quais os primeiros 100m são reservados para a distância de corrida; destes 100m, são 10m do brete para a primeira faixa, que é conhecida como faixa de tolerância, e 90m até a faixa de pontuação, onde o boi é derrubado e deverá cair dentro da mesma. Na faixa de tolerância o boi pode voltar sem ser retorno, depois dela, se o boi voltar (virar a cabeça pro brete) até a segunda linha da última faixa (faixa de pontuação) é retorno, depois disso o boi é zero.

A distância da primeira faixa para a segunda é de 90m, neste espaço de uma faixa pra outra, é onde os vaqueiros ajustam o boi para derrubá-lo dentro da faixa seguinte que é a faixa de pontuação. Após a faixa de pontuação, a pista continua por aproximadamente 50m, que é chamada a área de desaceleração do cavalo, ou seja, onde o mesmo tem que parar. A largura varia entre 15 e 20m na saída, 25m na faixa de pontuação e 45m no final da pista. Estas medidas são tomadas sem levar em conta os corredores laterais para o retorno do gado e dos vaqueiros competidores. Estes corredores têm aproximadamente 2m de largura e vão do início da pista (saída do boi do brete), até o final (área de desaceleração).

Clique na imagem abaixo para visualizá-la em tamanho real.

Contagem de Pontos

Hoje existem três tipos de vaquejadas, a de 3 bois, usado geralmente em Bolões a de 4 e a de 6 bois.

Vaquejada de 6 bois:

Normalmente a competição é disputada em dois dias, mas em alguns casos, para adiantar a vaquejada, ela é disputada em 3 dias, começando na sexta-feira e indo até o domingo, só que os bois continuam do mesmo jeito, os bois do sábado e os bois do domingo. Os três primeiros valem, respectivamente, 8, 9 e 10 pontos e são corridos no mesmo dia. Os de 11,12 e 13 pontos, são corridos no dia seguinte. O vaqueiro que não estiver presente na hora da chamada de sua senha, fica para o rabo da gata, ou seja corre no último bloco, após todos os rodízios.

Em algumas situações, os promotores de vaquejadas, também para adiantar a corrida, adotam o sistema de morte súbita, onde o vaqueiro ao perder o boi não corre mais os outros que teria direito, pois mesmo que pontue todos os outros bois, não mais alcançará a pontuação para ir para a disputa.

A disputa de prêmios acontece entre os vaqueiros que conseguiram fazer 63 pontos, ou seja, fizeram valer todos os bois. Na disputa os pontos são zerados e os vaqueiros começam com 1 boi para cada, em sistema de eliminação, perdeu o boi, está fora. Entretanto, em circuitos de etapas com somatório por ponto corrido, é dado o direito ao participante de correr todos os seus bois. O valor dos pontos e a maneira com que a competição é conduzida podem variar um pouco de região para região, mas o exemplo dado ilustra bem de perto o objetivo da festa: Derrubar o boi na faixa.

Vaquejada de 4 bois:

As regras são as mesmas, só mudando a pontuação que é 7, 8, 9 e 10 pontos, corridos em um rodízio só. Quem obtiver os 34 pontos está classificado para a disputa final que segue o mesmo sistema, 1 boi para cada, perdeu ta fora.

Vaquejada de 3 bois:

As regras continuam as mesmas, só mudando a pontuação que é 7, 8 e 9 pontos, que também são corridos em um único rodízio. Quem obtiver os 24 pontos está classificado para a disputa final que obedece a mesma regra, 1 boi para cada, perdeu ta fora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: