• indice

  • siga-nos twitter

Manqueira é urgente !Chame o Veterinário


Dica do Mês: A Claudicação é uma urgência veterináriaTexto: Dr. Henrique Cruz

Qualquer pessoa que já teve a infelicidade de ver um cavalo afectado com laminite, síndrome navicular, ou qualquer outra patologia que resulta em claudicação, sabe bem quão devastador pode ser. Mesmo com todos os recentes avanços nas tecnologias modernas, algumas situações podem ainda ser difíceis de diagnosticar.

Em muitos casos, o diagnóstico definitivo só é obtido ao fim de algumas consultas, depois de serem efectuadas várias anestesias locais, exames radiográficos e ecográficos e por vezes também através da avaliação da resposta a vários tratamentos. Depois de obtido o diagnóstico, vem a fase seguinte que inclui ferração correctiva, medicação, repouso e fisioterapia.

A prevenção é a chave do sucesso. Evitar problemas de claudicações evita sofrimento nos animais bem como despesa e preocupação aos seus proprietários. Obviamente não é possível evitar por completo estes problemas. Contudo, ter atenção a alguns pormenores como um bom aprumo do casco, uma boa ferração, uma boa preparação física, trabalhar em pisos adequados, uma dieta equilibrada e completa, etc. pode reduzir significativamente a incidência de problemas de claudicação. Até antes de o animal nascer, a selecção genética dos progenitores pode também reduzir a incidência de patologias que resultam em claudicação.

No caso particular da laminite (aguamento), se bem que esta doença possa ter várias causas distintas, a causa mais estudada e reconhecida é a dieta rica em hidratos de carbono (açucares). Animais com excesso de peso estão também mais predispostos a padecer desta doença.

Se o seu cavalo apresentar uma claudicação, peça ao seu médico veterinário para o examinar quanto antes, de modo a tentar evitar que a mesma se torne crónica com as respectivas consequências, tanto para o cavalo como para o proprietário. Se bem que isto nem sempre possa ser possível, devido à natureza da claudicação; em muitos casos, um tratamento atempado pode resolver o problema.

 

fonte:  equisport PT

 

Mais sobre cavalos cliquem aqui Socavalos Blog

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: